O ano de 2021 chegou, a vacina tá chegando mais devagar do que esperamos, mas a Garoto Andróide iniciou o ano mandando seu primeiro EP, brindando a chegada do novo ano com o seu Exercícios de Autossabotagem.

O trio formado por Joniel Santos (Guitarra e Voz), Ilana Viviane (baixo) e Jarrel (Bateria) trouxe nesse disco muito da empolgante experiência que é ver a Garoto Andróide ao vivo: o gás com que o Joniel empunha sua guitarra enquanto canta, a precisão e peso que Ilana toca o baixo somam-se a fúria da batera do Jarrel.

O trabalho, que vejo como conceitual, mostra em suas letras os inúmeros conflitos que nossa sociedade carrega, trazendo a autossabotagem a nós indivíduos, que adiamos tréguas que nos fazem mal e não nos entregamos ao amor como deveríamos.

Musicalmente o trabalho é muito bem produzido pela galera do Caverna Produções, trazendo uma ótima experiência sonora pra quem gosta de Grunge e Hardcore.

E pra não dizer que só falamos de flores sobre o disco, em Trégua (Entre Irmãos), que tem belíssimos riffs de guitarra logo na introdução e é uma das melhores músicas desse EP (junto com Cena Onírica e Anomálico), eu particularmente não gostei dos teclados de fundo. Talvez seja só o purismo de quem admira a banda e já bateu muita cabeça ouvindo o trio ao vivo.

*Jairo Mouzzez